Minha conta
19/06/2017

No MA, seminário segue com inscrições abertas

O evento integra a II Semana Estadual de Valorização da Mulher.

Estão abertas, de 19 a 26 de junho, as inscrições para o Seminário “Violência de Gênero e suas Expressões nas Relações Familiares e Sociais”, da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher/TJMA). São ofertadas 100 vagas pela Escola Superior da Magistratura (Esmam), para servidores e magistrados. Para se inscrever, basta acessar o sistema Tutor, na plataforma Sentinela, no site da escola judicial (www.tjma.jus.br/esmam).

Outras 150 vagas estão disponíveis, gratuitamente, aos parceiros institucionais do Poder Judiciário (procuradores, promotores, defensores, delegados e advogados). As inscrições, nesse caso, serão recebidas pelo e-mail cemulher@tjma.jus.br . Os interessados devem enviar nome completo, telefone e e-mail para contato, cargo e instituição que representa.

O evento integra a II Semana Estadual de Valorização da Mulher, que ocorrerá no período de 6 a 12 de julho na capital e no interior do Estado. Organizada pela Cemulher/TJMA, a programação tem o apoio da Esmam, Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) e Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), e é preparatória à campanha "Justiça pela Paz em Casa", do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a ser realizada entre os dias 21 e 25 de agosto, em todo o Brasil.

Além do seminário estão previstas atividades direcionadas às mulheres encarceradas, diálogo com os cidadãos em mercados e feiras livres, exposição artística e cultural, orientações à comunidade com distribuição de materiais informativos sobre prevenção e combate à violência contra a mulher, palestras e ações educativas em canteiros de obras e nas comarcas do interior do Estado, que deverão ser coordenadas pelos seus respectivos magistrados.

O SEMINÁRIO – O seminário tem como objetivo sensibilizar os magistrados, servidores, promotores de justiça, defensores públicos, delegados, advogados e demais parceiros, quanto às questões referentes a gênero, cultura do estupro, empoderamento, dentre outros, a fim de fortalecer o enfrentamento a toda e qualquer forma de violação dos direitos da mulher no estado do Maranhão.

A programação terá duração de 10 horas e acontecerá nos dias 6 e 7 de julho no Fórum de São Luís (Calhau), reunindo palestrantes de renome nacional e local no âmbito das questões sociais e legais que envolvem a efetividade dos direitos fundamentais femininos,

VIOLÊNCIA - Dados do Mapa da Violência de 2015 mostram que, entre os anos de 2003 e 2013, o número de mulheres vítimas de homicídio passou de 3.937 para 4.762, configurando um aumento de 21% na década. O Brasil apresenta taxa de 4,8 homicídios por cada 100 mil mulheres, a quinta maior do mundo em um ranking com 83 países, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fonte: TJMA.

COMENTÁRIOS