Minha conta
08/11/2019

Nota de Repúdio pelas declarações do advogado Luiz Guilherme Marinoni

A Associação Nacional dos Magistrados Estaduais (ANAMAGES) manifesta publicamente repúdio às declarações do advogado Luiz Guilherme Marinoni, que feriu toda a classe da Magistratura ao reportar-se à fala do Ministro Marco Aurélio, que pediu respeito à liturgia das sessões do Supremo Tribunal Federal (STF). Num ato infeliz, o advogado disse que Corte Constitucional não é lugar para juiz de carreira e menos ainda para juiz do trabalho, mas sim para acadêmicos.

Por certo o advogado desconsiderou a experiência de quase três décadas do Ministro Marco Aurélio no STF, tendo ocupado o cargo de Presidente da Suprema Corte e de Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deste por três vezes.

A ANAMAGES defende de forma veemente a Magistratura Estadual e condena qualquer manifestação que desprestigie o Poder Judiciário e seus representantes, sejam juízes de primeira entrância no interior do Brasil, sejam Ministros da Corte Suprema.

Apesar de atos isolados como este do advogado Luiz Guilherme Marinoni, a ANAMAGES acredita na seriedade da Ordem dos Advogados do Brasil e espera que essas declarações sejam repelidas pela instituição.

 

Magid Nauef Láuar

 

Presidente da ANAMAGES.

COMENTÁRIOS