Minha conta
26/05/2017

TJPI e Corregedoria lançam Escritório Digital

Sistema integra os diversos sistemas processuais dos tribunais brasileiros.

O Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Erivan Lopes e o Corregedor Geral de Justiça, Desembargador Ricardo Gentil, lançaram na manhã desta sexta-feira (26/05) , na Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Piauí (OAB-PI), o ‘Escritório Digital’

Este sistema, desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), integra os diversos sistemas processuais dos tribunais brasileiros e permite ao usuário centralizar em um único endereço eletrônico a tramitação dos processos de seu interesse. A implantação do software no TJ-PI é uma iniciativa da CGJ, com apoio da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Stic).

No âmbito do TJ-PI, o Escritório Digital vai permitir inicialmente o acesso ao Themis Web e, posteriormente, ao Processo Judicial Eletrônico (PJe). O Themis Web, atual sistema de acompanhamento processual do TJ-PI, passará a funcionar de modo híbrido, possibilitando também o peticionamento online — excetuando-se as petições iniciais.

Para o Presidente do TJ-PI, Desembargador Erivan Lopes, esta ferramenta trará economia de papel, redução na tramitação dos processos, ganho de tempo e permitirá uma razoável duração do processo, atendendo aos reclames da advocacia e da sociedade.

“É um marco para o Tribunal e um avanço para a Justiça do Piauí. Ganha o advogado e o jurisdicionado. A partir do dia 05 de julho estará apto ao uso de forma experimental, mas logo em seguida terá seu uso estabelecido de forma integral. E destaco que é mais uma ação do TJ-PI, com seus parceiros, no sentido de oferecer ao cidadão que procura à Justiça uma resposta célere às suas demandas”, ressaltou o Presidente.

O Corregedor Geral Ricardo Gentil evidenciou que o Escritório Digital é um divisor de águas na Justiça do Piauí, que caminha a passos largos para ser, muito em breve, um órgão totalmente virtual, com o uso dos processos eletrônicos.

DETALHES
Os juízes auxiliares da Corregedoria Júlio Garcez e Melissa Pessoa fizeram a apresentação do software, explicando detalhadamente como os advogados poderão usar o Escritório Digital.

INTEGRAÇÃO
O processo de integração dos sistemas processuais do TJ-PI ao Modelo Nacional de Interoperabilidade (MNI) e ao Escritório Digital foi realizado por analistas da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, assim como o desenvolvimento das estruturas de apoio necessárias.

NORMATIZAÇÃO
O Ato Normativo que vai regulamentar o funcionamento do Escritório Digital foi assinado pela manhã na Corregedoria Geral em solenidade rápida com a presença do Corregedor, Desembargador Ricardo Gentil; do Presidente do TJ-PI, Desembargador Erivan Lopes, juízes auxiliares da Corregedoria e Presidência e assessores técnicos que atuaram no desenvolvimento do sistema.

Fonte: TJPI

 

COMENTÁRIOS