Minha conta
29/08/2017

TJGO aprova plano de capacitação de pessoal e obras

À frente do plano de capacitação, está a Escola Judicial do TJGO.

Com o mote de sempre melhorar a prestação jurisdicional, a presidência do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) lançou dois planos para o biênio 2017/2019: de capacitação, para servidores e magistrados, e de obras, a fim de investir, também, na estrutura física dos prédios do Poder Judiciário. O conteúdo de ambos os planejamentos foi aprovado, por unanimidade de votos, pelos integrantes da Corte Especial, em sessão ordinária, realizada na quarta-feira (23).

À frente do plano de capacitação, está a Escola Judicial do TJGO, com direção do desembargador Zacarias Neves Coelho. São 11 metas, elaboradas a partir de um diagnóstico das principais demandas e prioridades de várias áreas. “Foi enviado ofício circular aos diretores de Foro e às diretorias do TJGO e, assim, identificamos as prioridades”, destaca o magistrado sobre o critério colaborativo de construção do projeto.

Entre as medidas estão financiamento de bolsas de estudo para servidores; cursos para os empossados neste ano e no anterior; capacitação para uso do Processo Judicial Digital (PJD); habilitação da equipe de psicólogos que atuam nas áreas Criminal e de Família, que aplicam testes e avaliações; formação de tutores para atuar nas plataformas de ensino a distância, entre outros.

Para as reformas e construção dos prédios também foi feito um estudo aprofundado das necessidades e pedidos, com colaboração das Diretorias Geral e de Obras e da Secretaria de Gestão Estratégica (SGE). A medida atende à meta 14 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “Estamos dando sequência às obras já iniciadas na gestão do biênio anterior. Fizemos uma análise completa das solicitações de reforma e visitas in loco, para avaliar critérios objetivos. Dessa forma, a cada prédio foi atribuída uma nota de prioridade, para início das obras”, explica a titular da SGE, Cássia Aparecida de Castro Alves.

Entre as obras priorizadas, estão a conclusão da reforma do Fórum de Goiatuba, que sofreu incêndio criminoso no ano passado; substituição dos elevadores do Fórum Heitor Moraes Fleury, no Setor Oeste, em Goiânia; reforma do TJGO, com criação do estacionamento vertical e ampliação do plenário e do auditório; e melhorias na infraestrutura de vários fóruns do interior do Estado. Mediante dotação orçamentária, estão as obras para criação do novo tribunal do júri de capital, entre outras 15 reformas e ampliações em comarcas.

Fonte: CNJ.

COMENTÁRIOS