Minha conta
16/01/2018

Presidente da ANAMAGES participa da solenidade de posse dos novos Juízes de Direito do TJAL

A solenidade de posse foi realizada na manhã desta segunda-feira, dia 15.

O Presidente da ANAMAGES, o Juiz de Direito Magid Nauef Láuar, o Presidente do TJAL, Desembargador Otávio Praxedes, o Presidente da Almagis, o Juiz de Direito Ney Alcântara (Conselheiro do Conselho Deliberativo da ANAMAGES representando Alagoas) e os 12 novos Juízes empossados

Engajado em levar o apoio da Magistratura Estadual aos Juízes de Direito de todas as regiões do Brasil, o Presidente da Associação Nacional dos Magistrados Estaduais (ANAMAGES), o Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), Magid Nauef Láuar, participou, na manhã desta segunda-feira, em Maceió, da posse dos 12 novos Magistrados aprovados em concurso para o cargo de Juiz Substituto do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL).

O Presidente da ANAMAGES, o Magistrado Magid Nauef Láuar, considera que o TJAL reafirma o seu compromisso com a sociedade, fortalecendo a prestação jurisdicional de todas as regiões do Estado, o que proporciona celeridade processual. “Remeto, em nome da Magistratura Estadual, especiais cumprimentos ao Presidente do TJAL, Desembargador Otávio Praxedes, ao Presidente da Almagis, o Juiz de Direito Ney Alcântara, que atua como Conselheiro do Conselho Deliberativo da ANAMAGES representando o Alagoas e aos novos Juízes de Direito de Alagoas, aos quais desejo uma carreira bem sucedida. Além disso, registro o total e irrestrito apoio da ANAMAGES para os novos Magistrados”, disse o Presidente da entidade, o Juiz de Direito Magid Nauef Láuar.

Para o presidente da Corte, Desembargador Otávio Leão Praxedes, os 12 novos Juízes vão dar uma oxigenação à estrutura do Poder Judiciário. “O Conselho Nacional de Justiça e a sociedade pedem celeridade do nosso Poder, e nós só podemos corresponder com o preenchimento dos vazios existentes” observou.

O presidente da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), Ney Alcântara, que ocupa o cargo de Conselheiro do Conselho Deliberativo da ANAMAGES representando Alagoas, parabenizou o Tribunal de Justiça pela realização do concurso e disse que os juízes vão dar uma nova dinâmica ao Poder Judiciário estadual. "O interior estava precisando dessa força, porque havia uma carência grande. Tenho certeza de que darão uma resposta de agilidade à sociedade alagoana".

Os novos Magistrados do Poder Judiciário de Alagoas são Thiago Augusto Lopes de Morais; Allysson Jorge Lira de Amorim; Elielson dos Santos Pereira; Douglas Beckhauser de Freitas; Guilherme Bubolz Bohm; Ligia Mont’Alverne Jucá Seabra; Nathallye Costa Alcântara de Oliveira; Lucas Carvalho Tenório de Albuquerque; Raul Cabus; Larissa Gabriella Lins Victor Lacerda; Vinícius Garcia Modesto e Sandra Moretto Nicola Radunz. 

O Juiz Thiago Morais discursou em nome dos empossados. Ele enfatizou que o trabalho dos novos magistrados será focado no seu destinatário final, que é o cidadão alagoano.

Os juízes passarão por um curso de formação, que começa nesta quarta-feira (17), na Escola Superior da Magistratura (Esmal), com término previsto para 21 de junho. Em abril de 2017, foram empossados outros 12 juízes do mesmo concurso, que foi organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC).

Participaram da solenidade: o governador de Alagoas, Renan Filho, a Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Alagoas (OAB/AL), Fernanda Marinela e o Conselheiro do CNJ, Valdetário Monteiro. Entre as autoridades presentes também estavam os desembargadores do TJAL e diversos Juízes estaduais.

Na ocasião também foi lançada a Revista da Esmal, publicação científica da Escola. Na sua sexta edição impressa e segunda em formato digital, a Revista conta com 15 artigos, três deles de autores estrangeiros. A publicação possui conceito B5 no Qualis Periódicos. Ainda na oportunidade, o desembargador José Carlos Malta Marques recebeu a Medalha do Mérito da Defesa Civil, pela colaboração com o trabalho do órgão em 2017. A comenda foi entregue pelo governador Renan Filho e o major Moisés Pereira de Melo, coordenador da Defesa Civil.

Crédito da imagem: Caio Loureiro

Colaborou: TJAL.

COMENTÁRIOS