Minha conta
31/01/2018

Parceria entre TJRS e IPE vai beneficiar servidores e magistrados

A solenidade foi realizada no gabinete do Presidente do TJRS, Desembargador Luiz Felipe Silveira Difini.

Fortalecer as políticas de prevenção à saúde de servidores e magistrados do Judiciário gaúcho. Este é o objetivo de um convênio assinado na tarde desta terça-feira (30/1), entre o TJRS e o Instituto de Previdência do Estado (IPERGS). A iniciativa vai permitir que médicos do Departamento Médico Judiciário e médicos credenciados pelo IPE possam requisitar exames adicionais, quando necessário, para realização de exames médicos periódicos de magistrados e servidores em estabelecimentos credenciados ao IPERGS.

A solenidade foi realizada no gabinete do Presidente do TJRS, Desembargador Luiz Felipe Silveira Difini, que destacou que o convênio vai atingir o principal capital do Poder Judiciário, "o capital humano", abrangendo cerca de 12 mil pessoas: "Nossos servidores estão submetidos a exaustivas cargas de trabalho, sendo necessárias essas medidas de prevenção", afirmou o Presidente.

O Desembargador Difini também explicou que o TJ arcará com os custos da contrapartida dos servidores na realização dos exames.

O Presidente do IPERGS, Otomar Vivian, afirmou que é uma honra poder colaborar nos cuidados preventivos da saúde de servidores e magistrados e que o convênio poderá se tornar um case de sucesso para todo o Estado.  "Poderá gerar uma ação continuada para todos os servidores do RS", destacou Omar.

Convênio

Conforme a Desembargadora Denise Oliveira Cezar, Presidente do Comitê Gestor Local de Atenção Integral à Saúde do Tribunal de Justiça, um projeto piloto foi realizado com 200 servidores para identificar as necessidades e elaborar estratégias para prevenção de doenças. Foi constatado um alto número de licenças-saúde, sendo necessário um maior acompanhamento por parte do TJ. "Identificamos ser necessária a criação de uma ferramenta para acompanhamento da saúde de todos, com foco na ação preventiva", destaca a magistrada.

Um Ato Normativo deverá ser publicado, regulando a estratégia de atuação.

Presenças

Também prestigiaram a solenidade a Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira; a Procuradora do Estado, Claudia Kramer; o Secretário Adjunto da Secretaria de Estado da Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos (SMARH), Leandro Balen; o Diretor do Departamento de Perícia Médica e Saúde do Trabalhador da SMARH, Henrique Cabral; os diretores do IPERGS Nilton Donato e Ari Lovera; o Diretor-Geral do TJRS, Ivandre Medeiros e o Diretor de Gestão de Pessoas do TJ, Alexandre Genta.

Fonte: TJRS.

COMENTÁRIOS