Minha conta
03/07/2018

Núcleo Socioambiental do TJBA faz balanço de atividades

O Núcleo Socioambiental do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), coordenado pela Desembargadora Maria de Fátima Silva Carvalho, apresentou, durante reunião na tarde da última terça-feira (26), o balanço das ações realizadas no 2º trimestre de 2018. A Desembargadora ocupa o cargo de Presidente do Conselho Deliberativo da Anamages.

Um dos resultados práticos foram os avanços com a economia de energia elétrica, fruto das ações que vêm sendo adotadas pela Secretaria de Administração (Sead), como a troca de lâmpadas comuns por lâmpadas led e substituição de ar-condicionado de janela por splits. A redução nos últimos 12 meses foi em torno de 4,5%, o equivalente a uma economia de R$ 685.058,93.

Também foi apresentado o relatório das ações realizadas pelo Núcleo, como o acompanhamento e encaminhamento ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) dos dados indicadores socioambientais do TJBA; distribuição do folder “Dicas Sustentáveis” a todas as unidades do Tribunal de Justiça; e avaliação e relatório acerca do projeto sustentável do novo prédio anexo.

Estiveram presentes na reunião a Desembargadora Maria de Fátima Silva Carvalho; o Juiz Josefison Silva; o Juiz Gilberto Bahia; a Juíza Marta Moreira; a Juíza Ana Mesquita; a Juíza Renata Mirtes de Cerqueira; Giovana Filgueiras, representante da Universidade Corporativa do TJBA; Maurício Oliveira, representante da Controladoria do Judiciário (CTjud); Angélica Mota, representando a Diretoria de Primeiro Grau (DPG); Carlos Henrique Pedreira da Secretaria de Tecnologia da Informação e Modernização (Setim); Jorge Medrado da Coordenação de Compras (Ccomp/DSP); Camila Loureiro da Sead; Fernando Alexandrino da Coordenação de Serviços Auxiliares (Cserv/DSG); José Romilson Mascarenhas da Secretaria de Planejamento e Orçamento (Seplan); Joice Lisboa do Núcleo Socioambiental; Michele Almeida e Vitor Santos, representantes da Cooperativa de Coleta Seletiva Processamento de Plástico e Proteção Ambiental (Camapet).

O Núcleo Socioambiental foi criado em setembro de 2017, a partir da Comissão Permanente de Meio Ambiente, criada em 2010, e segue as diretrizes estabelecidas pelo Comitê de Governança do Poder Judiciário do Estado da Bahia.

Colaborou: TJBA

COMENTÁRIOS