Minha conta
03/08/2015

No RN, Justiça pela Paz em Casa tem celebração de convênio com universidades

No RN, a abertura da 2ª Semana Nacional da Justiça pela Paz em Casa, que ocorreu na manhã desta segunda-feira (3), no prédio do antigo Grande Hotel, bairro da Ribeira, serviu também para a formalização de convênios com instituições universitárias.

Houve a formalização de convênios com instituições universitárias

No Rio Grande do Norte, a abertura da 2ª Semana Nacional da Justiça pela Paz em Casa, que ocorreu na manhã desta segunda-feira (3), no prédio do antigo Grande Hotel, bairro da Ribeira, serviu também para a formalização de convênios com instituições universitárias, as quais vão auxiliar, com projetos e atividades práticas, as questões relacionadas à violência doméstica. A primeira assinatura foi firmada com a Escola da Magistratura do RN e a Faculdade Maurício de Nassau.

A realização dos convênios entre os tribunais e as instituições de ensino superior atende ao objetivo de formalização de estágios, os quais serão voltados a estudantes de Direito, Psicologia e Serviço Social. A atuação será direcionada às varas que trabalham, especificamente, com casos de violência doméstica.

O estágio proporcionará ao estudante desenvolvimento de atividades práticas em sua área de formação, contribuindo para o aperfeiçoamento do conhecimento e para dar celeridade às atividades das varas especializadas, além de auxiliar o atendimento às mulheres vítimas da violência. Uma demanda que contabiliza cerca de 200 a 300 novas ações por mês.

Realidade nacional

O convênio também colabora no combate à realidade divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a qual posiciona o Nordeste como a região do país que lidera o número de homicídio de mulheres, com uma taxa de 6,9 casos por 100 mil mulheres. Nesse levantamento, o RN aparece com média 6,31 casos, acima do parâmetro nacional, que é de 5,8.

Fonte: TJRN

COMENTÁRIOS