Minha conta
13/11/2017

Novembro Azul: TJRN realiza conscientização

Foram abordados diversos temas referentes ao cuidado da saúde masculina.

Novembro é o mês da prevenção e combate ao câncer de próstata e da promoção da saúde do homem. Pensando nisso, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte promoveu um evento, no auditório do TJRN, na manhã desta segunda-feira (13).

O evento abriu com uma dinâmica conduzida pela servidora da Corregedoria Geral da Justiça, Deyse Rodrigues, com a temática sobre não ter pressa e aproveitar mais o tempo. Logo após foi iniciada a palestra "Urologia e saúde do homem", ministrada pelo médico urologista José Lucena da Costa Neto.

Foram abordados diversos temas referentes ao cuidado da saúde masculina. Um dos pontos tocados pelo médico foi na questão de fatores de risco "Homens vivem em média sete anos menos que as mulheres. O homem se acha invencível, não cuida da própria saúde", explicou o médico, que também pontuou o fato de que por ser comumente considerado o provedor da casa, sente vergonha de pedir atestado para ir ao médico e faltar ao trabalho para uma consulta de rotina.

"Se você deixa para procurar um médico quando já está doente, o problema já estará em estágio avançado", comentou. O estigma em relação a masculinidade impede que os homens se previnam de doenças que poderiam ser facilmente tratadas em estágio inicial.

"Esse preconceito que os homens tem com o urologista, nós mulheres também temos que agir, marcar consultas para nossos maridos, familiares", comentou a desembargadora Zeneide Bezerra, sobre o papel da mulher na promoção da saúde do homem. "Espero que vocês possam tirar uma lição sobre o que ouvimos hoje e reflitam sobre isso", encerrou o desembargador Gilson Barbosa, vice-presidente do TJRN.

Câncer de próstata

Dentre 10 casos da doença, seis a sete são incidentais, ou seja, acontecem ao acaso, sem necessariamente serem entre os grupos de risco. O câncer de próstata pode aparecer em qualquer homem e atinge um a cada seis deles. Em fases iniciais é assintomático, por isso é necessário fazer o exame de diagnostico com frequência, já que os sintomas só aparecem quando a doença está em estágio avançado. Quando descoberto cedo, as chances de cura superam os 90%. É importante saber também que esse tipo de câncer é mais agressivo em pessoas mais jovens, por isso essas pessoas também devem procurar um urologista.

Fonte: TJRN.

COMENTÁRIOS